Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Prostituição

 

 

Um tema delicado, mas causa-me confusão que num mundo de relações tão liberais, tão fáceis, tão permissivas, os homens ainda recorram tanto a esse subterfúgio. Ninguém confessa que lá vai, mas sabemos que clientela não lhes falta!
Não será certamente por as mulheres quererem usar cinto de castidade até ao casamento! Nos tempos em que a virgindade era um valor sagrado e o dever conjugal um sacrifício destinado a ter filhos e calar o marido, compreendia-se melhor essa procura.
Mas agora os relacionamentos são tão abertos, tão ligeiros, tão naturais! Qualquer tipo que seja capaz de engatar uma miúda, convence-a em pouco tempo a gozar os prazeres da carne sem que ela se faça rogada, sem compromissos, sem escrúpulos ou preconceitos morais de ambas as partes.
Então, perante tanta e tão diversificada oferta, porque é que as prostitutas continuam a ter um lugar tão privilegiado no altar do prazer?
Claro que a resposta dos homens é óbvia: porque elas é que dominam a nobre arte do kama sutra e sabem satisfazer um homem, ao contrário dessas pitas chocas ansiosas por abrir as pernas a um autêntico vibrador humano que lhes dê orgasmos infinitos!
Pronto, acredito que haja mulheres e homens mal preparados, cada um apenas interessado no seu próprio prazer.
Mas então haverá tantos gajos assim com tanto azar que nunca encontram uma boa companhia e por isso se vêem obrigados a recorrer aos afamados préstimos das profissionais do sexo?! E essas, por muito competentes que sejam, não se limitam também a um mero acto mecânico?
Ou o que está em causa é o receio masculino de intimidade? Dificuldade em estabelecer relações? Tendência a fugir de compromissos? Receio de se exporem e de serem alvo de críticas de igual para igual?
Ao menos as prostitutas não reclamam, não criticam, não questionam, não esperam nada salvo o pagamento, estão sempre prontas, nunca têm dores de cabeça, nem stress, nem crises existenciais, nem expectativas de orgasmos e de performances fantásticas, e nem sequer exigem prazer, afecto, intimidade nem telefonema no dia seguinte!
Um homem avia o seu servicinho como sabe, sai de lá recauchutado e a sentir-se um macho com eles no sítio, e quer lá saber dessas cenas todas dos sentimentos, dos preliminares, do orgasmo feminino, e essas merdas que deixam um gajo f*dido!
É muito mais fácil assim, não é?
 
 

 

sinto-me:
publicado por Pandora às 16:47
link do post | comentar | favorito
19 comentários:
De oamante a 19 de Junho de 2008 às 11:25
Acho que o Jorge terá mais razão: não há diálogo em casa e os homens sentem vergonha de pedir à mulher que se porte como uma conhecedora de sexo e as mulheres têm vergonha em sê-lo.
Pelo que prevejo uma longa e próspera vida para a prostituição!

Quanto às facilidades actuais, é preciso ver que as mulheres não estão assim tão fáceis de levar para a cama!
E a razão é simples: se elas cedem aos instintos dos homens (e aos seus!) ficam logo rotuladas de putas (é mesmo assim). É crú, mas é a verdade.
Enquanto não mudarmos essa mentalidade... as relações sexuais livres e fáceis... não existem!
E também é verdade, muitos homens limitam-se a esvaziar os tomates, não querem ter SEXO, ou porque não sabem, ou porque não querem.
Mudar maridos? Mudar mulheres? Nã... é muito difícil. Que continuem as prostitutas!
De Pandora a 20 de Junho de 2008 às 23:36
Sim, a questão que o Jorge pôs foi pertinente e reconheço que ambos têm razão. Há casais que, sem dúvida nenhuma, não estão unidos pelo prazer sexual nem tal possibilidade lhes ocorre, nem lhes apetece sequer. Com a legítima, bem entendido!
Mas ao contrário de ti, vejo toda essa mentalidade tacanha a mudar, e cada vez mais uma mulher pode ter as suas aventuras, com maior ou menor discrição, sem se incomodar com rótulos preconceituosos de gente mesquinha ou com dor de cotovelo...
Pessoalmente, não chamo puta a ninguém, só por ter uma vida sexual variada.
Creio que esse tipo de mulher assumidamente liberal pode causar medo às esposas, pode causar embaraço às puritanas, e resta saber se aos homens suscita tesão ou pânico...
De oamante a 23 de Junho de 2008 às 10:17
Realmente uma mulher desinibida causa medo às mulheres.
Quanto os homens... todos têm tesão, mas a alguns pode dar-lhes pânico pois podem não estar à altura.
Muitos homens gostam de mulheres dessas, mas depois não se casam, pois têm medo de acordar encornados.
Então não se aceita já o risco? Andemos com elas e gozemos o máximo que pudermos. Se ela se for embora, porque arranjou alguém melhor... paciência. Ninguém é perfeito. Mas não é preciso ameaçá-la ou matar-se por ter sido preterido por outro!
Essas historietas de Romeu e Julieta já deviam estar bem enterradas. Mulheres e homens há muitas(os)!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Responde a esta dúvida

. Os homens não valem o que...

. TRÊS NA CAMA

. Factor XXX

. Sexo com humor

. A linguagem do sexo!

. Quem quer casa, compra so...

. O ponto G masculino

. Até onde vai a nossa fant...

.mais comentados

69 comentários
53 comentários
51 comentários
31 comentários
29 comentários
22 comentários

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Meu namorado adora que eu massageie sua próstata, ...
tenho usado um programa ótimo https://www.syncsoft...
Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
Technorati Profile

.subscrever feeds