Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

A pior traição

 

 

O que é a traição?
Infidelidade, deslealdade, falsidade.
 
Trair é apenas dar umas quecas por fora?
 
E engatar, inflamando desejos, mesmo que seja só garganta?
 
E fazer apenas sexo virtual, na net ou com webcam?
 
E ter fantasias eróticas com outro, só em imaginação?
 
E estar apaixonada por outro, ainda que platonicamente?
 
E fazer marmelada sem chegar a vias de facto?
 
E mesmo só uns beijos molhados?
 
E fingir que se ama quando não se sente nada?
 
Então se não houver sexo não há traição?
 
A tendência é desvalorizar os sentimentos desde que não haja infidelidade física, é banalizar os jogos de sedução que se tornam um vício onde alimentamos o ego e brincamos com o fogo. Mas a traição está lá, na nossa cabeça.
A traição física é mais relevante que a mental, para todos os efeitos. Já nem queremos saber onde ele anda com a cabeça desde que mantenha a braguilha fechada, e a tão pouco nos resignamos.
Ora eles fartam-se de dizer que uma aventura não tem significado, mas precisamente essa partida é que nós não perdoamos. Boa desculpa, não significou nada mas sempre vão dando umas trancadas aqui e ali, como quem bebe uma cerveja, que engraçados!
Ou divertem-se à brava a cantar de galo e a engatar todas sem pensarem que essa atitude nos magoa e nos humilha!
Mas vejamos, afinal o envolvimento mental com alguém não pode ser muito mais íntimo e profundo do que uma queca casual? Não será muito mais perigoso o impulso irresistível que os liga intensamente a alguém, mesmo sem ter trincado a maçã?
A queca é traição, sem dúvida nenhuma, mas faz-se de ânimo leve. Não haverá maior entrega e rendição numa paixão assolapada, ainda que casta? Qual é afinal a pior traição? Aquela em que o corpo cai e é só mais uma, ou aquela que lhes dá a volta à cabeça? 
Trai-se de corpo e alma. O corpo esquece depressa, o coração nunca esquece.
 
 

 

publicado por Pandora às 17:39
link do post | comentar | favorito
69 comentários:
De AlfmaniaK a 30 de Maio de 2008 às 22:03
Ainda não vou comentar, mas depois de ler alguns comentários chego a pensar que: se pensar/imaginar/desejar a morte de alguém, após um momento de raiva ou ira... sou um assassino!!!
De Pandora a 30 de Maio de 2008 às 23:19
Já expliquei, creio que logo no 1º comentário, que não contam as ideias soltas, como é evidente! Senão toda a gente era adúltera!
Há uma grande diferença entre um pensamento súbito que nos ocorre perante uma situação inesperada ("Eu ainda mato aquele gajo! " ou "Hum, comia-a toda!"), da atitude de passar a cultivar essa ideia e deixar que ela nos domine o pensamento e os sentidos.
Fiz-me entender? Ou vais enfiar a carapuça?
De Pandora a 31 de Maio de 2008 às 00:17
Não foi no 1º comentário, foi no 2º e seguintes, uma discussão muito positiva com a Sunshine!
De Rstx a 31 de Maio de 2008 às 19:41
Trair é sempre mau, seja qual for a maneira...
Hoje por acaso andava a vasculhar os vídeos do sapo e descobri uma pérola da traição, o fiel ou infiel na Rússia ..
Em certa parte eu acho aquilo uma fantochada , mas há quem acredite..
Resumindo a traição foi tal, que acabou em batalha campal..

Quem quiser dar uma vista de olhos e comentar, aqui fica o link do meu blog!

http:/ rworld.blogs.sapo.pt /

Rstx
De Pandora a 1 de Junho de 2008 às 22:31
Trair é sempre mau, mas o conceito de traição é bastante variável, como vimos!
De KI a 31 de Maio de 2008 às 21:07
O que é a traição?

Toque intencional com intenção de provocar desejo.
De Pandora a 1 de Junho de 2008 às 22:38
Toque físico? Toca de olhares? Toque de telemóvel?...
Por outro lado, pode-se dizer que o sonho de qualquer mulher é ser a rainha de uma festa e incendear todos os olhares à sua passagem.
Isso é traição?
De KI a 2 de Junho de 2008 às 03:35
"Toca de olhares?"

Eu achei q era óbvio caramba

Toque físico com intençãp, deliberação, premeditação de prvocar desejo no outro. É traição é esse , para mim, o limite que se ultrapassa, do ooutro lado a cedência ao impulso e a inevitável correspondência ao gesto.


É traição o q perguntas claro assim como ser mais simpático a fim de ter um desconto numa loja ou ser melhor atendido num serviço público...pfffff evidente q não isso é apenas vaidade (o q falas).

Espero ter feito os desenhos todos!

De Pandora a 2 de Junho de 2008 às 11:03
Sorry, mas não era "toca" e sim troca de olhares, que pode ser tão intencional e provocar tanto desejo como um toque físico. Os olhos são o espelho da alma e podem transmitir muito mais do que um simples toque. Dependendo dos toques, claro...
E troca de palavras, um convite explícito, não está incluído no teu conceito?
Desculpa, mas não acho assim tão óbvio nem concordo contigo, por isso às vezes é preciso fazer desenhos, sim!
De almas gemeas a 1 de Junho de 2008 às 00:09
a pior de todas as traiçoes é aquela que fazemos a quem nos ama, seja de que forma for porque razao que seja
De Pandora a 1 de Junho de 2008 às 22:40
Ainda que seja verdade, isso é muito vago!
De Inocêncio da Silva a 1 de Junho de 2008 às 17:20
Infiel é aquele que pensa em se-lo, mesmo que não tenha coragem ou vontade em consumar o seu desejo em tornar-se prevaricador.

Sei que poderá parecer bastante vaga a minha explicação, e como tal escrevi em tempos que já lá vão um post sobre o assunto baseado num episódio real...

Ainda hoje tenho duvidas...
Ainda hoje me questiono...
Ainda hoje procuro um argumento valido e satisfatório...

http://tavernacanecadeferro.blogs.sapo.pt/8948.html

De Pandora a 1 de Junho de 2008 às 22:54
Sim, é a tal traição mental, aqui muito debatida. Depende do valor que os próprios lhe dão e da forma como a encaram os 3ºs , seus parceiros. Há quem a ache banal, há quem ache que as quecas são mecânicas e as paixões é que arrastam caudais de lava, há quem ache que tanto uma como outra são condenáveis, em maior ou menor grau.
Não é o meu veredicto que está aqui em causa, pois não?
De Inocêncio da Silva a 2 de Junho de 2008 às 13:23
É claro que não...
De KI a 2 de Junho de 2008 às 03:37
Infiel é quem pensa se o será?

Eu sou assassina qd o Sporting perde com o Benfica e penso em matar os lampiões?

Please...
De Pandora a 2 de Junho de 2008 às 11:06
Please, lê o resto dos comentários antes de repetires o que já foi dito, ok? Não te precipites tanto.
De KI a 2 de Junho de 2008 às 12:39
Nem sempre leio os comentários alheios. Ainda assim o que referi é a minha opinião.

Não me precipito não, peço desculpa pela intervenção.

Sucesso.
De Pandora a 2 de Junho de 2008 às 12:50
Serás sempre bem vinda a intervir na polémica. Só estranhei a tua agressividade.
De NEOABJECCIONISMO a 2 de Junho de 2008 às 22:11
É como se fosse uma espécie de bacanal. Uma orgia em desvario de posturas comentadas.
O problema está nos conceitos que se fazem das palavras e nesta questão dos sexos cada qual tem do conceito uma noção subjectiva, a que interessar no momento. Eu penso que só há traição se houver acordo ou principio entre as partes, não o tratado do casamento, acordo explicito, do interior de si e para si, de cada um dos parceiros.
Num tipo de acordo deste género, um parceiro que ame uma outra pessoa, que faça sexo com o parceiro, a pensar noutra pessoa com amor ou paixão de si, de dentro de si, está a trair o outro.
Não são uns olhares, umas quecas ocasionais. A ocasião não faz o ladrão, a ocasião induz ao ladrão.
De Pandora a 2 de Junho de 2008 às 22:39
Não tem nada a ver com casamento. Se num relacionamento qualquer for requisito essencial a fidelidade, entendo que há traição sempre que outro nos domina o pensamento e os sentidos até termos que fingir o que sentimos perante o nosso parceiro. A infidelidade traduz-se nesse fingimento, nessa mentira, nessa necessidade de ocultar algo que nos preenche muito mais que a relação actual.
De NEOABJECCIONISMO a 2 de Junho de 2008 às 22:52
Claro. Eu só coloquei o tratado do casamento de fora, porque , a meu ver, não interioriza a relação, apenas afirma perante a lei e a moral instituída.
De Perfeito Estranho a 3 de Junho de 2008 às 08:50
Da forma como são postas as coisas só me resta dizer que nesse caso nem fará sentido estar num relação quando amo outra pessoa ... mas isto sou eu que penso assim...
A traição física jamais será menos leve do que a psicológica pois para a realização do acto tem que haver uma concordância psicológica senão em vez de uma traição o traidor estaria a ser "violado"...
não concordo com a perspectiva apesar de entender...
Se nunca matei não posso ser considerado um assassino apesar qualquer um de nós ter o potencial de um dentro de nós...

Se amas outra pessoa não faz sentido tão pouco manteres outra pessoa a viver uma ilusão ...

Pecar em pensamento todos pecam isso não será traição se assim fosse oh meu Deus teríamos um problema na espécie podes crer que sim ...

Penso que erróneamente amenizaram o factor queca em relação ao factor desejo , o pioré que o primeiro comporta o segundo origatóriamente...

E já me estendi demais e ando aqui em "escadinha de rabo na boca".

Trair em pensamento jamais pode ser considerado taição pois todo o ser humano tem desejos e não é por amares outro alguém que passas a viver cegamente e não humanamente...
De Pandora a 3 de Junho de 2008 às 11:49
Prazer em ver-te por aqui e desculpa estes lapsos...
Este assunto está mais que debatido, mas como a maior parte das pessoas não tem paciência para ler o que se discutiu até aqui, voltamos sempre ao mesmo.
Eu não defendo que a traição física é menos grave que a psicológica, o que digo é que temos tendência a banalizar esta última. Há sempre desejo para uma queca, a questão é se o desejo não extravaza para um plano muito mais profundo.
E quando me refiro à gravidade da traição psicológica não estou a englobar todos os pensamentos, fantasias, alucinações e desejos que já nos passaram pela cabeça e voaram, apenas os relacionamentos íntimos que comprometam a sinceridade da relação actual.
Faz tanto sentido viver uma situação assim como prolongar um casamento falhado, há sempre milhões de factores em jogo.
Se eu me cegar por alguém ao ponto de depender psicologicamente dessa pessoa como um vício que está entranhado na minha mente, e manter uma farsa com o meu companheiro, traio tanto como se tivesse chegado a vias de facto.
E o que eu defendi é que há quecas mais fáceis de esquecer e ultrapassar do que estas paixões assolapadas.
Fiz-me entender?

De skin on skin a 3 de Junho de 2008 às 21:25
Só tenho uma coisa a dizer...concordo com tudo, e acrescento, a maior traição é alguém dizer na cara que nunca teve um relacionamento...ao fim de 4 anos! Para mim foi a maior traição!
Beijos
De Heidi a 10 de Junho de 2008 às 19:31
Eu própria já fiz esta questão no blog do Prazer...
Qd se ama, não importa mt que tipo de traição é...
Doi e pronto!!!!

bjs de prazer
De perolá a 18 de Dezembro de 2017 às 17:32
tenho usado um programa ótimo https://www.syncsoft.com.br/ para monitorar o celular do meu namorado esse programa tem me ajudado muito recomendo a todos vocês .

Comentar post

.mais sobre mim

. online

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Responde a esta dúvida

. Os homens não valem o que...

. TRÊS NA CAMA

. Factor XXX

. Sexo com humor

. A linguagem do sexo!

. Quem quer casa, compra so...

. O ponto G masculino

. Até onde vai a nossa fant...

.mais comentados

69 comentários
53 comentários
51 comentários
31 comentários
29 comentários
22 comentários

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Meu namorado adora que eu massageie sua próstata, ...
tenho usado um programa ótimo https://www.syncsoft...
Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
Technorati Profile

.subscrever feeds