Terça-feira, 24 de Março de 2009

TRÊS NA CAMA

 

 

Não olhes para mim dessa maneira, como se pretendesses incutir-me alguma culpa, algum remorso. Não fui eu que abri as portas da relação, não fui eu que me queixei da rotina, não fui eu que disse que 3 era um número mágico, que uma outra mulher na nossa cama só viria apimentar a nossa vida sexual.

Aceitei, com medo de te perder. Mais valia partilhar-te na nossa cama do que ficar sozinha a imaginar-te na cama com outras.

A ansiedade paralisou-me nos dias que precederam o encontro a 3, vi-me como um mero acessório inútil no meio da vossa volúpia, a amante de sempre que tu já conhecias bem demais e da qual estavas farto, um brinquedo descartável sem luxúria para te surpreender, sem faísca para te incendiar.

Afinal a surpresa foi minha. A outra veio desbloquear toda a sensualidade que estava presa dentro de mim e nem eu própria conhecia. Perdi-me de mim mesma no ardor de te possuir e de te partilhar, no prazer escaldante de me entregar a ti e a ela e nem saber qual dos dois me excitava mais, até acabarmos todos esgotados em cima dos lençóis húmidos.

Tinhas razão, tínhamos caído na rotina e eu contentava-me com pouco.

Tinhas razão, podemos ter muito mais prazer a 3.

Tinhas razão, por isso não me olhes com esse ar chocado e ofendido. Tu é que mudaste as regras do jogo e me mostraste o que é bom sexo.

Agora quero a desforra. Desta vez sou eu que escolho e quero um homem. Afinal parece que lamentas eu ter perdido os meus tabus. Ou o privilégio da escolha era só teu?

Já não sinto ansiedade mas expectativa. Vocês vão disputar-me e o fogo que me corre nas veias diz-me que chego bem para os dois.

Não me sinto culpada e tu não tens o direito de te sentir traído.

 

 

publicado por Pandora às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Sexta-feira, 23 de Janeiro de 2009

Mulher enganada é fogo!

 

Fatal

Imagem retirada da internet

 

A maioria de nós já viu ou ouviu falar do filme Atracção Fatal, um filme em que é relatada a história de um caso extraconjugal em que claramente alguém perde o sentido da realidade e a coisa termina em tragédia.

 

Por estes dias alguém me fez chegar um fax que anda a circular por algumas empresas da zona do Porto e que começa assim:

 

"Caros senhores, apresento os feitos gloriosos e as palavras de um "omem" que não merece ter letra h nem pequena.

...

Reparem nos bonitos textos que me enviou, inclusivamente, o seu amor doentio por mim.

 

Que dignidade tem este "omem" que acabou por destruir a minha vida e mantém a dele como era antes de me conhecer e me amar" 

 

 

A carta, que vem identificada e assinada, refere as pretensas promessas de amor eterno que um senhor, também completamente identificado e "felizmente" casado… com outra, fez a esta senhora.


Anexos ao fax vem cópias de emails com poemas de amor e um texto em que o senhor explica os motivos porque a relação entre os dois tem que terminar.

 

Tirando o detalhe da cusquice, quando vi a carta e o email o primeiro que me veio à cabeça foi:

 

Mulher que se sente enganada é fodida.

 

Pensando melhor, como é que alguém é capaz de pegar numa carta destas em que está  escrito com todas as letras o seu nome e até o nome da empresa em que trabalha e envia para um grupo de pessoas? Até que ponto o amor e o desengano podem cegar as pessoas?

 

Voltando ao meu pensamento inicial, acho que já todos nós ouvimos casos destes ou parecidos, e por norma o protagonista é uma mulher, porque será que nunca ouvimos falar de casos destes em que o protagonista seja um homem? Porque será que o síndrome do engano é sempre visto e tem reacções mais fortes nas mulheres? O homem até pode ser visto como corno quando é vitima de relação extraconjugal pela queridíssima esposa, mas nunca ouvimos falar de um homem enganado numa situação destas.

 

Porque é que as enganadas são sempre as mulheres?, e porque é que uma mulher que se mete numa situação em que claramente é a outra, depois se sente enganada até ao ponto de fazer figuras tristes destas?  Somos assim tão diferentes os homens e as mulheres na forma como vemos as relações pessoais e sexuais?

 

Nai.

publicado por naiguata às 17:08
link do post | comentar | ver comentários (20) | favorito
Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

A pior traição

 

 

O que é a traição?
Infidelidade, deslealdade, falsidade.
 
Trair é apenas dar umas quecas por fora?
 
E engatar, inflamando desejos, mesmo que seja só garganta?
 
E fazer apenas sexo virtual, na net ou com webcam?
 
E ter fantasias eróticas com outro, só em imaginação?
 
E estar apaixonada por outro, ainda que platonicamente?
 
E fazer marmelada sem chegar a vias de facto?
 
E mesmo só uns beijos molhados?
 
E fingir que se ama quando não se sente nada?
 
Então se não houver sexo não há traição?
 
A tendência é desvalorizar os sentimentos desde que não haja infidelidade física, é banalizar os jogos de sedução que se tornam um vício onde alimentamos o ego e brincamos com o fogo. Mas a traição está lá, na nossa cabeça.
A traição física é mais relevante que a mental, para todos os efeitos. Já nem queremos saber onde ele anda com a cabeça desde que mantenha a braguilha fechada, e a tão pouco nos resignamos.
Ora eles fartam-se de dizer que uma aventura não tem significado, mas precisamente essa partida é que nós não perdoamos. Boa desculpa, não significou nada mas sempre vão dando umas trancadas aqui e ali, como quem bebe uma cerveja, que engraçados!
Ou divertem-se à brava a cantar de galo e a engatar todas sem pensarem que essa atitude nos magoa e nos humilha!
Mas vejamos, afinal o envolvimento mental com alguém não pode ser muito mais íntimo e profundo do que uma queca casual? Não será muito mais perigoso o impulso irresistível que os liga intensamente a alguém, mesmo sem ter trincado a maçã?
A queca é traição, sem dúvida nenhuma, mas faz-se de ânimo leve. Não haverá maior entrega e rendição numa paixão assolapada, ainda que casta? Qual é afinal a pior traição? Aquela em que o corpo cai e é só mais uma, ou aquela que lhes dá a volta à cabeça? 
Trai-se de corpo e alma. O corpo esquece depressa, o coração nunca esquece.
 
 

 

publicado por Pandora às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (68) | favorito

.mais sobre mim

. online

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. TRÊS NA CAMA

. Mulher enganada é fogo!

. A pior traição

.mais comentados

68 comentários
9 comentários

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
ConviteO livro "Continuando assim...", foi maltrat...
Technorati Profile

.subscrever feeds