Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Querido? Queres vibrar comigo?

"Vamos lá falar daquela prenda que tanto queremos oferecer a ela, mas que dito da boca para fora parece mal!"

 

Quem come quem?

 

  Ora então espero que tenha sido um Natal à maneira, e que tenha sido uma excelente oportunidade para oferecer um brinquedo bem adulto - acho.
Não sei como é com os outros, mas chegada a esta altura fico sempre muito atrapalhado em decidir o que oferecer à minha cara metade.
Strap-ons, bolas, anéis, latex, dildos ou vibradores, sejam mini, realísticos, jelly, hi-tech, crystal, ponto-g ou tradicionais, etc... sejamos justos, brinquedos para ajudar à festa não faltam! Quanto muito falta coragem para aceitar aquele lado mais perverso e aceitar o prazer tal como ele é!
 Mas como dizia, tenho sérias dificuldades em saber o que escolher, e para que efeitos. Quero com isto discutir o bom uso destes brinquedos... na vida a dois!

 Há muitos brinquedos, e no meu entender quase todos são muito egoístas! Parece que são para uso individual. Mas reconheço a fantástica vantagem que a sua utilização pode ter quando introduzido no meio de uma relação, ou queca - como quiserem!
 Ora, esta utilização levanta muitas questões - naturalmente relacionadas com uma possível sensação de insegurança masculina - se por um lado, é divertido, não existe um risco de se sentir substituído? E se o brinquedo for maior? E se elas gostam da dita DP? Será o brinquedo suficiente?... e se, glup, nós gostarmos do brinquedo?

 Claro que destas perguntas, não se esperam respostas sensatas, porém são úteis para, de forma simples, levar a pensar nas formas como um brinquedo pode ser utilizado no meio de dois brincalhões. O potencial da sua estimulação é algo de gigantesco... e com pouquíssimo esforço! ^^
 Mas recuando um pouco, para mim são brinquedos, sugestivamente, egoístas. Mas eu gosto de pensar que o seu uso no antes, durante e... durante, têm o seu espaço bem merecido. Isto porque penso que o factor brinquedo ajuda, e muito, na desinibição. A perspectiva ordinário do seu uso, no meio de uma relação ou coiso, vá, funciona como um "se é para brincar, então não faz mal..." e vai daí, todos se deixam levar pelas mais ousadas "brincadeiras" - com os seus limites, mas sempre alargados!


 Não vou entrar numa redundância argumentativa e cliché de que vale a pena, e que acho que se deve experimentar, porque assumo que, ou já experimentaram, ou que já imaginaram o filme na cabeça. E é aqui que pergunto: Vale a pena? É um investimento ou é um desperdício? ...e é mais giro com, ou sem brinquedo?
E agora só para elas: Imaginam-se com um strap-on? E agora só para eles: deixavam?
Ui que audácia!

AlfmaniaK
PS: Para a próxima falamos de algemas, sempre é mais passivo!

sinto-me: Vibrante?
publicado por AlfmaniaK às 00:37
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

.mais sobre mim

. online

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Querido? Queres vibrar co...

.mais comentados

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
ConviteO livro "Continuando assim...", foi maltrat...
Technorati Profile

.subscrever feeds