Quinta-feira, 29 de Maio de 2008

A pior traição

 

 

O que é a traição?
Infidelidade, deslealdade, falsidade.
 
Trair é apenas dar umas quecas por fora?
 
E engatar, inflamando desejos, mesmo que seja só garganta?
 
E fazer apenas sexo virtual, na net ou com webcam?
 
E ter fantasias eróticas com outro, só em imaginação?
 
E estar apaixonada por outro, ainda que platonicamente?
 
E fazer marmelada sem chegar a vias de facto?
 
E mesmo só uns beijos molhados?
 
E fingir que se ama quando não se sente nada?
 
Então se não houver sexo não há traição?
 
A tendência é desvalorizar os sentimentos desde que não haja infidelidade física, é banalizar os jogos de sedução que se tornam um vício onde alimentamos o ego e brincamos com o fogo. Mas a traição está lá, na nossa cabeça.
A traição física é mais relevante que a mental, para todos os efeitos. Já nem queremos saber onde ele anda com a cabeça desde que mantenha a braguilha fechada, e a tão pouco nos resignamos.
Ora eles fartam-se de dizer que uma aventura não tem significado, mas precisamente essa partida é que nós não perdoamos. Boa desculpa, não significou nada mas sempre vão dando umas trancadas aqui e ali, como quem bebe uma cerveja, que engraçados!
Ou divertem-se à brava a cantar de galo e a engatar todas sem pensarem que essa atitude nos magoa e nos humilha!
Mas vejamos, afinal o envolvimento mental com alguém não pode ser muito mais íntimo e profundo do que uma queca casual? Não será muito mais perigoso o impulso irresistível que os liga intensamente a alguém, mesmo sem ter trincado a maçã?
A queca é traição, sem dúvida nenhuma, mas faz-se de ânimo leve. Não haverá maior entrega e rendição numa paixão assolapada, ainda que casta? Qual é afinal a pior traição? Aquela em que o corpo cai e é só mais uma, ou aquela que lhes dá a volta à cabeça? 
Trai-se de corpo e alma. O corpo esquece depressa, o coração nunca esquece.
 
 

 

publicado por Pandora às 17:39
link do post | comentar | ver comentários (68) | favorito
Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

O sexo e... nós!


O sexo é, na verdade, mais um factor de diferenciação cultural que de afinidade, principalmente se compararmos a cultura civilizada do oeste à do oriente!
Para nós, funciona mais ou menos assim: o Homem cometeu o pecado original e a partir daí o sexo é tema tabú!
Para desmistificar esta ideia, pergunto onde é que leram isso, pois na Bíblia, assiste-se apenas à tomada de conhecimento de Adão e Eva do facto de estarem nús! Eles comeram a maçã do conhecimento e aperceberam-se que andanvam nús. Por isso ficaram envergonhados e taparam-se e esconderam-se.
Bem... nem vos conto a conversa entre Deus e um Anjo sobre a possibilidade dos humanos comerem a maçã da imortalidade... é que é abjecto demais!
O que aconteceu com este mal-entendido? Bem... se eles se taparam e estavam nús... só pode ser porque fizeram sexo! Pois... e depois dizem que eu é que tenho uma mente porca!
O resultado? No more sex!

O que se passa no oriente?
Bem... para eles... o homem cresce a partir das suas vivências... e pasme-se... para eles o sexo é apenas uma das facetas da nossa vida!
Então isso pode ser?
Claro que pode! Por isso, eles não andam para aí nos psicólogos só porque deram uma queca. Eles vão ao psicólogo se não derem um queca, porque estarão a não conseguir desenvolver uma parte deles.
Pior!
As várias religiões orientais assumem que podemos e devemos melhorar a nossa vida, para nos purificarmos e sermos melhores indivíduos.
Assim, é imperioso que sejamos bons também no sexo, se queremos ser seres superiores! Perfeito!
Agora já compreendem porque razão existem ensinamentos, nessas civilizações, como o Tantra/Tantrismo, o Taoísmo, o Kama Sutra e tantos outros ensinamentos para nos tornarmos melhores seres, quer na vida social, quer sexual!

De qualquer modo, não vulgarizem essas religiões, porque o sexo tântrico, ao contrário do que se pensa, não é para ser utilizado à moda ocidental, para nos comermos uns aos outros. Vai muito além disso e pretende que os amantes (aqueles que se amam) atinjam o patamar último da união!

Agora perguntam-me vocês: Mas porque raios não nasci eu no oriente?!
Bem... o sexo não é para todos... devemos ser ainda muito pré-históricos e não atingimos o elevado patamar cultural desses povos!
É que convém ficarmos com uma parte do nosso eu por resolver... penso!


Ah! É verdade... a maçã... gosto delas verdes...

 

 

tags:
publicado por oamante às 12:48
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito
Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

DEVEMOS FINGIR O ORGASMO?

 

 

Não pergunto na perspectiva das mulheres. Refiro-me ao ego masculino.
Aqui entre nós que ninguém nos ouve, o que preferem os homens? A verdade nua e crua ou a meiguice do fingimento?
 
Os meninos aguentam saber que estiveram a fazer contorcionismo em vão, ou por via das dúvidas preferem escutar uma mentirinha carinhosa? Ou caridosa?…
A verdade fere, mas de facto não se está a pôr em causa a famosa performance! Não se pode agradar a gregas e troianas, por mais que se tente.
Eles bem gostam de atirar com o apregoado lema de que “Até aqui ninguém se queixou!”,mas lamento informar que, por muito extenso e diversificado que seja o menu, lá por o livro de reclamações estar em branco nada nos garante que dominem na perfeição a arte de bem cavalgar toda a sela. Sim, queridos, elas não se queixaram, óptimo! E vocês juram a pés juntos que elas se contorceram de prazer! Lembro-me sempre da Meg Ryan a demonstrar isso!
 
Deixá-los ficar felizes, não é verdade? Para quê ferir susceptibilidades e ter uma discussão melindrosa por uma desastrosa “one night stand”? Sim, que aquele não nos volta a apanhar!
Ou para quê arruinar uma boa relação por causa de uma esporádica noite sem chama, marcada talvez pelo cansaço e pela rotina, que vai levantar todo o tipo de questões erradas porque um homem não consegue aceitar que nem sempre a dinamite explode com o maçarico?
 
Só relações sólidas, com boa comunicação e com parceiros maduros, abertos e inteligentes é que nos permitem ser sinceras e não fazer dum episódio um bicho-de-sete-cabeças.
De resto, se ainda não há intimidade suficiente para esse tipo de confidências mas há esperanças de a conseguir, é mentir-lhes, melhores noites virão!
Se são melgas e idiotas, é fingir, é mentir, é fugir, é inventar um filme completo!
A verdade fica reservada só para quem a merece.
 
 

 

sinto-me:
publicado por Pandora às 23:07
link do post | comentar | ver comentários (64) | favorito
Terça-feira, 20 de Maio de 2008

Relações modernas?

 

Balde de água fria...?

 

...e era uma vez:



- Bom dia!
- Mmmmmmm! - murmura ele deitado.
- Vá levanta-te... ou deixei-te de rastos?
- Estavas muito animada ontem à noite.... sabes que te adoro?
- Parvo!... Claro que sei. [beijo] Vá lá, eu tenho que ir ter com ele, senão começa a estranhar.
- Sempre vais ter com ele?
- Sim!
- Pensei que ficavas aqui comigo...
- Opá! Não me venhas com essa conversa outra vez. Tu sabes que eu gosto é de ti.

 

Ela vai tomar um duche. Ele fica a remoer na cama... olhando para o tecto... (idiota).
Levanta-se e vai ao encontro dela no duche.

- Porque não ficas mais um bocadinho comigo?
- Já te disse que ele está à minha espera. Se me atraso ele pode desconfiar... - volta-se para ele - e tu sabes que eu não quero que ele descubra o que há entre nós!
- Não me olhes com esses olhos... senão como-te!

 

Sexo, sexo... mais sexo... e um bocadinho de amor, depois.

 

- Vou andando. Ele já deve estar no café. Logo estás por aí?
- Sim.
- Ok! - [beijo] - Amo-te muito!
-...eu também

Quando ela ia sair, ele chama-a:
- Olha que começo a ficar farto desta vida.
- Não sejas parvo.
- Se soubesse que seria sempre assim, não me teria casado contigo!
- Quando nos casámos, já sabias que seria cada um com as suas relações... não tenhas medo... o Tiago é só uma diversão, tal como é a tua Carla, a Sílvia e as outras... [beijo]

- Está bem, está bem... vai lá... diverte-te! Olha, no próximo fim de semana, vou estar com a Sílvia. Não te importas?
- Não... claro que não!
Ela suspira e sai. Ele suspira e fica...

 

 


 

É impressão minha, ou as relações são cada vez mais estranhas e, assumidamente, mais sexuais que antigamente?

 

AlfmaniaK

publicado por AlfmaniaK às 00:05
link do post | comentar | ver comentários (53) | favorito
Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

Assédio sexual

 

 

Assédio sexual é uma figura normalmente associada às mulheres. Já se sabe que é galar de forma insistente e até inoportuna, forçando as circunstâncias. Montar o cerco para montar a presa, perseguindo-a até ela ser obrigada a ceder.
Tem uma conotação negativa por implicar uma manipulação da vítima, que é levada a praticar o acto debaixo de coacção, para não sofrer represálias.
O exemplo clássico é a pura donzela que sucumbe às mãos ávidas do patrão para não perder o emprego.
Mas também conseguimos imaginar a galdéria que se faz ao patrão, rebolando-se na sua frente com olhares voluptuosos até o atrair para a sua teia, onde depois o mantém preso com vários tipos de chantagem. É um modo hábil para subir mais depressa na carreira ou até para casar com ele, mais a empresa, o dinheiro, a casa e o carro, em perfeita comunhão de corpos e de bens.
Estão aqui 2 situações distintas, uma de assédio feminino e outra de masculino.
Penso que infelizmente tão vulgar é uma como outra, apesar de a ideia que permanece ser a da mulher como vítima exclusiva.
Na realidade, quem se queixa são apenas as mulheres. Para todos os efeitos, são o sexo fraco e podem valer-se das vantagens que esse título acarreta sem lhes denegrir a imagem. Quem fica mal é a besta do opressor, e é justo.
Mas seria ridículo o chefe ir acusar a secretária de o ter montado à força e depois o ter obrigado a casar com ela sob a ameaça de um escândalo! Ou a pândega que seria o rapaz do balcão ir queixar-se da patroa que, fora do expediente, o suga até ao tutano em cima do dito balcão por entre gemidos e ameaças de despedimento!
Ganda lata, mas que cromo me saíste pá, ao menos a gaja era boa? Se não fosse já te tinhas queixado, seu palhaço! Mas que cena essa de ser violado pelas madames, tens cá uma sorte, manda-as ter comigo que eu nem me queixo!
Homem que é homem está sempre pronto para uma pinocada e não pode dar parte de fraco. E daí a história do assédio sexual estar praticamente limitada a mulheres…
 
 

 

 

 

publicado por Pandora às 01:09
link do post | comentar | ver comentários (51) | favorito
Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

A diferenciação sexual da masturbação

A masturbação é, ainda, um dos grandes tabus da nossa sociedade e parece-me que veio para ficar.
As razões para tal comportamento prendem-se com a individualidade do acto, contrário à actividade sexual, propriamente dita, em que duas pessoas se consomem em prazeres mil.
Assim, este acto apresenta-se ignóbil e há que escondê-lo de todos: amigos, parceiros, sociedade. O pior de tudo isto? É não haver estatística!
Deste modo não se sabe quem se masturba mais: os solteiros, os casados, os homens, as mulheres... o que torna o assunto ainda mais tabu. É que ninguém assume que se masturba!
Pois eu, minha gente, masturbo-me!
Pimba, já lá vai um para a estatística.

 

Quanto a mim, a masturbação é, essencialmente um acto masculino! As senhoras que me desculpem, mas lá terão de dar um passo em frente e afirmar se o fazem ou não... para que constem nas estatísticas!
O homem masturba-se desde muito cedo e fá-lo com um propósito medicinal: na primeira infância, é comum os miúdos brincarem com o dito cujo, esticando-o, o que ajuda a glande a sair do prepúcio. Aqueles que não o fazem, porque os pais veêm tal acto como prenúncio de uma masturbação tarada, podem ter de se submeter à faca, realizando a circuncisão na adolescência ou idade adulta!
De qualquer modo, é apenas com a chegada da puberbade que os machos começam a actividade de "ascensorista", utilizando-a a torto e a direito, uns, outros lá de vez em quando, nos momentos em que a "sede" aperta mais e os miolos entram em curto-circuito!
As mulheres... bom... não se sabe lá muito bem, embora haja alguns relatos a indicar que existe, embora seja ainda mais mal vista por elas próprias do que a semelhante masculina.
O que acho engraçado, é afirmar-se aos quatro ventos que o homem não percebe nada de mulheres e que elas é que sabem como gostam de ser masturbadas pelo parceiro!
Bem, isso eu entendo, mas que se utilize o mesmo critério para o homem: as mulheres não percebem nada de masturbação masculina. Aquilo não é chegar, agarrar e abanar! Perguntem... vá lá! Nós dizemos como é!

 

Se, em alguns casos, a masturbação pode ser um factor de excitabilidade sexual para aquecer os motores antes da corrida, pode, por outro lado, apresentar-se como destruidor de relações, quando descoberto acidentalmente.
E é sobre este caso que eu gostava de alertar para outra distinção entre géneros: se o homem apanhar a companheira a masturbar-se penso (penso... porque nunca apanhei) que virá ao de cima a sua caraterística de voyeur... não sei...

 

Mas se for a mulher a apanhar o seu homem a escafiar o instrumento... ó lá lá... temos o caldo entornado! E porquê? Por uma coisa de nada... por um desejo individual que não revela nada sobre a nossa relação.
Para nós, homens, aquilo representa um acto isolado, uma maneira de dar vazão ao tesão insuportável que nos assola ao longo do dia. Não tem nada a ver com instisfação sexual, embora também possa ocorrer. Um homem plenamente satisfeito com a mulher, pode masturbar-se como algo normal, não assumindo o acto uma acusação aos dotes sexuais da parceira.

 

Estou certo, ou as mentalidades estão a mudar?

 

oAmante

publicado por audaciosos às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (14) | favorito

.mais sobre mim

. online

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Responde a esta dúvida

. Os homens não valem o que...

. TRÊS NA CAMA

. Factor XXX

. Sexo com humor

. A linguagem do sexo!

. Quem quer casa, compra so...

. O ponto G masculino

. Até onde vai a nossa fant...

.mais comentados

68 comentários
53 comentários
51 comentários
31 comentários
29 comentários
22 comentários

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
ConviteO livro "Continuando assim...", foi maltrat...
Technorati Profile

.subscrever feeds