Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009

Até onde vai a nossa fantasia e tolerância?

 

 

Hoje, ao passar pelos destaques do SAPO, encontrei um post com um nome sugestivo: E você está contente com as suas maminhas?, no post discutia-se o facto de uma mulher ter decidido tirar uns dias para fazer um implante mamário e aumentar os seios, dei-me ao trabalho de ler as dezenas de comentários... é claro que há ideias para todos os gostos.

 

Chamou-me a atenção algo em especial, no meio dos muitos comentários, as mulheres dizem que o fariam porque gostam de se olhar ao espelho e ver algo agradável, as que nunca o fariam porque as pessoas devem sentir-se bem consigo mesmas, as que se tivessem dinheiro para tal o gastariam de uma forma mais adequada... há de tudo e para todos os gostos. A maioria passou ao lado de uma parte importante do post... então e se for o marido a pedir? quem se referiu a essa parte do post, disse que não o faria, se ele não gostasse, paciência, mas será assim tão simples?

 

O ser humano vive principalmente em função dos sentidos, o que observamos e sentimos é muito importante, estes dias discutíamos o facto de gostarmos ou não de pornografia e  da sua importância nas nossas fantasias.... mas o que acontece quando tentamos transportar para as nossas vidas os modelos de perfeição que encontramos nos filmes e nas fotografias? E se um dia nos pedirem para aumentar os seios, ou para colocar uma prótese para aumentar o tamanho do pénis?, ou para tomar viagra de modo a aumentar o nosso desempennho?... estamos dispostos a isso em prol de uma vida sexual mais preenchida? Até onde vai a nossa fantasia e tolerância? Estavamos dispostos a arriscar que fossem procurar esse ideal noutro lado?

 

Nai 

 

 

publicado por naiguata às 23:33
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Eu(flor)zinha a 14 de Fevereiro de 2009 às 02:46
"Estavamos dispostos a arriscar que fossem procurar esse ideal noutro lado?"
Eu arrisco!
Casaram com a minha pessoa, não com a menina da capa da revista, nem com a modelo que faz o filme do momento, e ou chegamos a consenso, e o que agrada ao meu parceiro não me incomoda e me agrada também a mim... ou sirva-se das capas de revista e faça muito bom proveito.
EU sou pessoa.
EU sou gente.
E quando o meu corpo (a parte) for mais importante que o meu todo. Então a pessoa que convive comigo deixa também de me interessar.

De naiguata a 15 de Fevereiro de 2009 às 00:28
Olá

Sim, essa é uma forma de ver as coisas, mas o amor não é dar e receber? É evidente que falar de uma operação estética é algo sério... mas,....

Nai
De Camareira a 14 de Fevereiro de 2009 às 20:33
Mais uma pergunta, pertinente. Por vezes não é o que o outro acha ou quer, mas simplesmente a forma como cada um se sente consigo.
Percebo perfeitamente que o queira fazer por si. Apenas para satisfazer outro, talvez não. mas... cada um sabe de si, além disso só quem passa pelas coisas é que sabe como se sente. Nós reagimos de maneira diferente quando a situação se depara na primeira pessoa.

Beijos Ardentes
De Jorge Soares a 15 de Fevereiro de 2009 às 00:29
Olá

Sim, cada um sabe de si....e quem somos nós para criticar?



Nai
De Pandora a 15 de Fevereiro de 2009 às 12:22
Não me consigo imaginar a fazer intervenções desse género apenas para satisfazer fantasias do parceiro.
Mas acredito que a situação pode alcançar tais proporções que deixamos de nos sentir bem connosco se não cedermos. O pior é se o parceiro lhe toma o gosto e quer alterar o visual todo!
De oamante a 16 de Fevereiro de 2009 às 09:51
É como diz a Pandora: se cedermos o nosso visual ou performance, pode acontecer, mais tarde, que nos peçam mais alterações até não nos reconhecermos mais a não ser como frankenstein!
Tudo tem limite!
Se no pedissem... bem podiam ir-se embora.
Gosto da perfeição das linhas do corpo feminino... mas sei apreciar a pessoa que está ao meu lado de carne e osso! As outras servem apenas para trabalhar a imaginação.
E no meu corpo, à parte coisas que mais ninguém se importa senão eu, não se mexe!
De voosdeborboleta a 16 de Fevereiro de 2009 às 13:38
Quanto a este assunto penso que é muito discutivel.
Penso que uma mulher deve de fazer as transformações que achar necessárias para se sentir bem consigo mesma e nunca perdendo a sua identidade.
Modificar algo em nós só porque os "outros" pedem sou contra.
A estabilidade somos nós que necessitamos de encontra-la. O peito é algo que faz muita diferença numa mulher, sejamos sinceros! Qual a mulher que não quer ter um peito bonito e insinuante? Quem disser que não, não está a ser verdadeira consigo mesma!
No entanto o equilibrio será o mais indicado!
De TrïbaL♥Lïbïdo a 16 de Fevereiro de 2009 às 15:18
Lembro-me sempre de um documentário francês, que vi há uns anos, sobre os implantes mamários e o que envolve esse tipo de cirurgia. O documentário acompanhava um casal, desde que a mulher (com o apoio do marido) decidiu colocar implantes, passando pelas consultas, as conversas com médicos e psicólogos e a cirurgia em si, até ao pós-operatório e a nova vida com mamas novas.

Há uma altura, já depois de completamente recuperada da cirurgia, em que a mulher está a responder a perguntas do reporter. Diz que se sente muito mais feminina e atraente, que o marido também gostou muito, que a vida sexual dos dois melhorou, devido ao aumento da auto-estima dela, que lhe surgiu uma confiança que ela não tinha. A dada altura o reporter pergunta, "e as mamas em si, como se sente com os implantes?, gosta que o seu marido lhe mexa nas mamas, agora que tem implantes?". E a resposta, sem hesitação: "não, isso não, é desagradável, não é doloroso, mas é desagradável, porque sinto um corpo estranho, eu peço-lhe para ele não me mexer nas mamas".

Isto é algo que me faz confusão, que se transformem as mamas em algo de simbólico, algo que transmite animalidade e sexo e fecundidade, mas apenas ao nível simbólico, algo que é para contemplar e agradar aos olhos, acima de tudo, já que a manipulação não e agradável.

Há outra coisa que me faz confusão. Noutros documentários (e já passaram imensos na televisão sobre este tema), é comum os cirurgiões dizerem que as mulheres que aparecem para colocar implantes levam revistas, como a Playboy, e dizem, "olhe, quero umas como as desta, aqui". O que acontece é que se quer imitar mamas falsas!!. Não se trata, na maior parte dos casos, de tentar compensar, aproximando-se do que é natural. Não, procura-se imitar mamas que têm implantes. Isto faz com que os modelos, os padrões sejam irrealistas, desajustados e nada naturais. (eu nem sequer gosto de padrões, mas a havê-los que sejam mais próximos do que é natural).
De TrïbaL♥Lïbïdo a 17 de Fevereiro de 2009 às 12:42
Há ainda outra questão, muito importante. Depois de se colocar os implantes, não se acabaram as cirurgias. Não é chegar e aumentar e deixar estar. Os implantes não duram para sempre.
"Regardless of the type of implant, it is likely that women with implants will need to have one or more additional surgeries (re-operations) over the course of their lives. Breast implants do not last forever. According to studies conducted by implant companies for the U.S. FDA, they sometimes only last a few years"
Ler o resto aqui:
http://en.wikipedia.org/wiki/Breast_implants#Repair_or_revision_surgery

Comentar post

.mais sobre mim

. online

.pesquisar

 

.Maio 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. ...

. Responde a esta dúvida

. Os homens não valem o que...

. TRÊS NA CAMA

. Factor XXX

. Sexo com humor

. A linguagem do sexo!

. Quem quer casa, compra so...

. O ponto G masculino

. Até onde vai a nossa fant...

.mais comentados

68 comentários
53 comentários
51 comentários
31 comentários
29 comentários
22 comentários

.arquivos

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.últ. comentários

Estás como eu!Várias pontadas sinto sempre, nunca ...
ttp://www.soparaela.net/Sex Shop SoParaEla.Net, a ...
sem qualquer sombra de duvidas. concordo completam...
Os homens não contam por uma questão de orgulho. P...
Orgasmo masculino de verdade só com Aneros: http:/...
bom blog
bom blog
ConviteO livro "Continuando assim...", foi maltrat...
Technorati Profile

.subscrever feeds